Virando a página


Faz um tempinho que não escrevo, mas me peguei pensando agora sobre o tal “virar a página”.


Sempre ouvi essa história de que precisamos virar a página, principalmente quando algo ruim acontece.


Será que deve ser somente após esse tipo de episódio?


Na verdade acho que virar a página deve ser um ato constante em nossas vidas, pois mudar faz parte do processo de nos tornarmos pessoas melhores, mais evoluídas e mais conscientes de quem somos.


A questão é que existe o momento certo de virar a página, seja esse momento definido por nós de forma consciente ou inconsciente. Muitas vezes, nossa vontade de deixar páginas para trás é tão grande, que corremos o risco de deixar algum capítulo incompleto ou mal escrito.


No final das contas, sempre que possível, devemos parar, refletir e decidir pelo que terá o impacto mais positivo, pois nem sempre o que desejamos é o melhor para nossa vida.


André Cazé

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo